domingo, 3 de maio de 2009

O Cachecol do Borrifador

Acredito e procuro colocar em prática que casa de ferreiro NÃO deve ter espeto de pau. Por este motivo, quando há um tempinho, faço algum cute à minha casa, à mim mesma ou aos habitantes de meu lar. Meu marido valoriza isso e adoro isto também!
Como neste feriado definimos que ficaríamos por casa, e a chuva ajudou a dar aquele clima aconchegante de lar-doce-lar, segui uma dica de um programa de TV de reaproveitar embalagens de produtos. Encontrei então um borrifador de um produto que facilita o trabalho de passar roupas... Esta embalagem já me acompanha há pelo menos uns 3 anos, como o produto já acabou há tempo, uso principalmente para engomar tecidos e peças que necessitam de uma firmeza maior e já estava mais do que na hora dele receber um carinho.
Como não tinha nenhum tecido com estampas de desenhos ou frutas para fazer uma colagem ou recorte, resolvi fazer um "cachecol" poa ao meu borrifador. Basicamente só usei o retalho, tesoura, agulha e linha. Fiz toda a bainha a mão, em ponto corrente, que deu um toque muito especial. No final do trabalho encontrei em minha caixa uma trança em fita que havia sobrado de um outro projeto, o que me fez finalizar o cachecol com uma florzinha de fuxico para unir as pontas da trança.

Com o ferro de passar, formou um belo par!

Ao finalizar o trabalho, o borrifador ficou charmoso, com um "cachecol" mais do que exclusivo. Carinho e capricho fazem muita diferença. Meu marido riu de eu fazer um "cachecol" para o borrifador, mas sei e sinto que se orgulha destes pequenos detalhes que dedico a nosso lar. Cuidado e dedicação fazem de dias chuvosos momentos encantados, ainda mais se compartilharmos com pessoas especiais.

Nenhum comentário: